Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007
Maravilhoso!
Está espantosa esta definição. Só mesmo vinda de uma criança!·Artigo redigida por uma menina de 8 anos e publicado no Jornal do Cartaxo. Uma delícia!

 Definição de Avó:

 Uma Avó é uma mulher que não tem filhos, por isso gosta dos
filhos dos outros.
 As Avós não têm nada para fazer, é só estarem ali.
 Quando nos levam a passear, andam devagar e não pisam as flores bonitas, nem as lagartas
Nunca dizem "Despacha-te!". Normalmente são gordas, mas mesmo assim conseguem apertar-nos os sapatos
 Sabem sempre que a gente quer mais uma fatia de bolo ou uma
fatia maior.
 As Avós usam óculos e às vezes até conseguem tirar os dentes.
 Quando nos contam histórias, nunca saltam bocados e nunca se
importam
 de contar a mesma história várias vezes.
As Avós são as únicas pessoas grandes que têm sempre tempo.
 Não são tão fracas como dizem, apesar de morrerem mais vezes do que nós.
 Toda a gente deve fazer o possível por ter uma Avó, sobretudo
se não tiver televisão"

*Amavelmente enviado por Emilia Barbera


publicado por Luísa Castel-Branco às 23:56
link do post | comentar

9 comentários:
De Patrícia a 11 de Novembro de 2007 às 00:09
A doce criatividade de uma criança que através da sinceridade relata coisas que caracterizam muitas avós de um modo muito engraçado.
O texto desta menina fez-me sentir saudade dos meus avós. Sempre que falam em avós tenho saudades dos meus, queria ter o colo deles, queria sentir aquele calor que os avós nos passam, sentir aquele olhar de admiração, aquelas mãos trémulas cheias de sentimento, acaraciar aquele rosto cheio de histórias,envelhecido mas belo porque é sereno e porque é dos meus avós. Não são nem melhores nem piores são simplesmente meus.Tenho saudades deles, de poder dizer "olá avó". Gostava de ter tido durante mais tempo a presença deles, acho que neles encontraria o carinho , conforto, abrigo e talvez até tenha criado essa ideia deles mas não me importo porque sinto-me confortável assim e tenho a certeza que continuam a olhar por mim. Espero que haja mais gente com esta ideia em relação aos avós, devemos pensar nas coisas boas e a figura de uma avó deve ser sempre boa.


De Inês a 11 de Novembro de 2007 às 15:52
Uma delícia :)


De Luar_Amigo a 12 de Novembro de 2007 às 11:29
Realmente, esta definição de Avó, não poderia ser mais explicita. Não há nada como a pura sinceridade das crianças...

Bjnhs


De João Cordeiro a 12 de Novembro de 2007 às 18:23
Como é bom a inocência de uma criança...
Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais ditos irracionais.




De Joana a 12 de Novembro de 2007 às 22:14
ola, gosto muito do teu blog e achei q as tuas leitoras podiam achar este estudo interessante:
http://sexualidadefeminina.kazulo.com

felicidades e bons posts
joana


De chamarrita a 14 de Novembro de 2007 às 00:51
Eu tenho uma avó que foi assim.
Hoje tenho uma avó de rosto sereno, com uma calma que tenho gosto em aprender, sempre com um colo, um beijo e um ombro para eu poder chorar:"Porque a vida é assim e eu gosto muito de ti.
Todo o tempo que posso passo com ela, mas sinto que é pouco. Sei que um dia vou sentir muito a sua falta, mas tenho a sorte de ter tido uma avó assimm e os meus filhos também têm uma avó assim ( a minha mãe), mas que é um pouco mais "maluca", entra nas fantasias deles como se tivesse a sua idade.
Adoro o seu blog!


De Ana a 14 de Novembro de 2007 às 10:40

Que delicia de texto, no entanto devemos reflectir nós pais, com a referência implicita da falta de tempo ( avó não salta partes da história).

Apesar da minha avó não me ter lido histórias, foi a pessoa que mais marcou a minha vida e ainda hoje, passados 9 anos da sua partida fisica sinto a sua falta.



De fernando ribas a 19 de Novembro de 2007 às 16:41
es uma pirosa


De Maria a 20 de Novembro de 2007 às 18:28
Amei esta definição de avó está o máximo! Gostei imensoooo!!!!


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds