Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008
A ameaça do terror
O Presidente da República, Cavaco Silva, disse hoje que, de acordo com as informações de que dispõe, as últimas informações de ameaças terroristas devem ser «levadas a sério» mas que não há «razões para alarme»". Fonte: Lusa, 21.01.08

Sinceramente, creio que para uma grande maioria dos portugueses, a ideia de um ataque terrorista vem muito depois das preocupações com a segurança no dia-a-dia, principalmente no que respeita aos seus filhos. Mas, demos graças a Deus por isso, mais pela inflação e as prestações a subirem. Porque senão, entramos todos em estado de choque. Para qualquer um de nós que já teve que recorrer às Urgências de um dos hospitais públicos, o panorama é mais do que deprimente, ou assustador: as macas nos corredores, a angústia dos que esperam o atendimento horas a fio.

Ora, se vamos imaginar por segundos, apenas segundos chegam, que efectivamente acontecia um atentado terrorista, quem é que em Portugal, dos hospitais, ao INEM, passando por qualquer um de nós, fazem a todos nós, meros cidadãos, fazia a mínima ideia das regras de segurança a aplicar?

Em muitos países europeus, e claro, nos EUA, ensinam-se desde pequeninos formas de actuar em situações similares. O sair ordeiramente na sala de aula, quais as saídas indicadas, etc. O mesmo se aplica para qualquer local de trabalho ou transporte público. E se queremos aferir da boa educação dos costumes dos portugueses, basta andar pela estradas, ou por qualquer rua, de qualquer cidade, para percebermos o quanto umas aulas de civismo seriam uma das penalizações a juntar às multas. Mas tenhamos confiança de que nada de mal nos vai acontecer. Afinal, quem se lembra deste rectângulo à beira mar plantado?

in Destak 22.01.08



publicado por Luísa Castel-Branco às 10:18
link do post | comentar

2 comentários:
De josgar a 25 de Janeiro de 2008 às 17:31
Citação; " Em muitos países europeus, e claro, nos EUA, ensinam-se desde pequeninos formas de actuar em sair ordeiramente nas saídas indicadas, etc........."

Exclamação; quem é que já se esqueceu da saída ordenada do Vietname, dos Americanos; e dos voos de alguns a partir das janelas dos andares mais atingidos no 11 de Setembro; e do esquecimento da devastação do Katrina; e da saída do ex. 1º ministro da Base das Lajes para o Parlamento Europeu.


Foi das ilustres praias lusitanas, dos portos marítimos do extremo desta velha Europa da qual partimos para as descobertas de novos mundos, foram os nossos antepassados os quais os deixa-mos envergonhados pela tão sentida falta de civismo nacional. Porquê que os povos são sempre quem colhe os frutos de quem marca o caminho que nos é dado a trilhar, porquê?

Do admirador dos tempos do Canal de Noticias de Lisboa.





De josgar a 26 de Janeiro de 2008 às 23:45
Comentário:

Não terá partido dos Países mais evoluídos nos quais se ensina desde pequeninos os bons princípios de bom cidadão, crente na fé católica e justo com o semelhante, que nos faz exemplo de viver em justiça democrática, para sentir-mos com toda razão de defender-mos o nosso catolicismo além fronteiras nem que seja por invasão.

Como serão instruídos os Kamikaze nas escolas religiosas logo desde pequeninos? será que haverá outro Deus ou seja o Diabo, o que nos estará a acontecer ? como será a explicação das mentes brilhantes dos iluminados dos países mais evoluídos.

Eu sou um triste, português ordeiro, também um velho sem ilusões no entanto reparo na desordenação do meu velho país com 900 anos de história, foi das praias lusitanas que
partiram os nossos antepassados via marítima do extremo desta velha Europa para as descobertas de novos mundos, dos quais nos orgulhamos, os quais hoje os deixa-mos envergonhados pelo atraso a que nos deixa-mos chegar. Tão sentida falta do " Viriato "ou não! em desabafo o meu Primeiro Ministro vai em frente, lutador por montes e vales, diga-se o que se disser que homem está em lutar está, digo eu, um triste reformado com um aumento de 6€ mensais. Porquê que os povos são quem colhe os frutos de quem marca o caminho que nos é dado a trilhar, porquê ?

Opinião do admirador da Luísa Castel-Branco do Canal de Noticias de Lisboa.


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds