Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008
Os comentários

Nunca me deixo de surpreender quando alguém se aproxima de mim na rua, num café, e comenta aquilo que escrevo aqui no Destak.

Há duas semanas, estava a chegar à estação de Gaia quando um taxista me disse: Leio sempre os seus artigos! São pessoas das mais diferentes idades, homens e mulheres, que muitas vezes nada têm em comum senão, ou pelo menos, o lerem o Destak.

Depois existe outra realidade, a do mundo virtual da Net.

Confesso que todas as semanas leio os comentários aos meus textos e aos de outros que aqui escrevem.

E nunca deixo de me divertir. Porque é a única coisa possível de fazer, ao ler desde textos sentidos, até disparates pessoais, tipo "Coitadita, partiu uma unha!"

Sociologicamente estes comentários são interessantes e importantes. Quem os escreve dá-se ao trabalho de perder o seu valioso tempo, muitas vezes para articular um insulto sem nexo. Mas muitas vezes, para partilhar dos sentimentos que transcrevi para o papel.

E é isso que realmente conta. Quando escrevo sobre um estado de alma, que raramente é meu mas de outros, tento colocar por palavras a dor, a alegria, a separação ou aqueles momentos mágicos.

Porque somos todos iguais, aqui bem dentro do coração.

 

in Destak 26.02.08



publicado por Luísa Castel-Branco às 08:21
link do post | comentar

4 comentários:
De Luar_Amigo a 29 de Fevereiro de 2008 às 11:48
Olá Menina Luisa. Como tem passado? Espero que esteja tudo bem consigo e, quanto aos comentários, os que forem menos abonatórios a seu respeito, deve simplesmente de ignorá-los pois isso é mal de inveja.
Continue com os seus fabulásticos textos e não se deixe intimidar por "aquelas vozes" que não chegam ao céu...

Abreijinhos


De pedro nunes a 2 de Março de 2008 às 22:36
Está próximo o dia da mulher! Não que ela necessite de dias para ter o meu apreço mas porque desejo homenageá-la na sua pessoa, que tanta força representa e sei que dará a esta mensagem um bom uso:

As Mulheres

Com indómito gesto
Prolongam a existência do mundo;
Com brava coragem
Amparam o desconhecido moribundo
E ensinam o fágil petiz.

De coração angustiado,
Vêem partir o seu sangue,
Num silêncio ruidoso,
Numa esperança não estanque.

Com o coração em chagas
Recebem as cinzentas chapas.

O sorriso que se lhes conhece
É o mais perfeito arco-íris;
O choro que se lhes ouve
É a dor que ninguèm quis.

E ainda que o mundo
De todos os males padeça
E inóspito a todos pareça,
Elas continuam a amar
O justo e o ladrão,
O bom e o vilão.

Pedro Cruz Nunes


De miguel westerberg a 4 de Março de 2008 às 18:00
adorei seu blog.. esta lindo e completo..bons temas. estou a viver em sp - Brasil vai para dois anos e sou artista plástico .

miguel westerberg

google


De Paula a 4 de Março de 2008 às 18:30
Luisa
posso partilhar as minhas escritas?
vou tentar


Perdi-me quando te encontrei
perdi-me de amor e esperança
criança me tornei
e o dia se fez claro
no meu canto fiquei
chocada com tanto amor
bem forte te segurei
quase perdida me encontrei
de joelhos no chão estava
tentando me levantar
e com força me esforcei
perdida eu te encontrei
quero te escutar e sentir
já não tenho medo de errar
e no meu canto fiquei
meu coração te entreguei
e a tua presença serena
e o teu olhar protector
sentindo o teu amar
minha mão te alcançou tremendo
e nem precisei falar....


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds