Sexta-feira, 22 de Setembro de 2006
Nuvens de algodão

A chuva chegou finalmente. Por pouco tempo, mas foi o suficiente para limpar os ruas da cidade, lamber os edifícios e deixar lágrimas nos vidros das janelas.

 

Que saudades do frio, do aconchego das camisolas de lã, do cacau quente, do crepitar das chamas na lareira.

 

Quando finalmente o Outono chegar, ou se ele não vier uma vez mais, que já nada é o que era e as estações mudaram-se para outras bandas, quando o Outono chegar, ou então o Inverno, e o vento e a chuva e as ruas de Lisboa transformadas em riachos de pedras polidas, vou adormecer ao som da terra molhada, com todos os sentidos concentrados em sentir o frio e nada mais.

 

O Inverno é a época mágica do calendário de cada ano da nossa vida, é quando tudo o que é bom acontece. O Natal, as vidraças embaciadas e eu a fazer desenhos com o dedo húmido , eu a tricotar os presentes, o chão coberto de novelos desalinhados de tantas cores.

 

A chuva chegou e partiu. E eu vou continuar a contar os dias e as noites até ela voltar.

 

E lavar as folhas e banhar os pássaros e brincar com as gaivotas, trocando segredos que só eles partilham.

 

 



publicado por Luísa Castel-Branco às 00:42
link do post | comentar

5 comentários:
De Ventania a 16 de Junho de 2007 às 16:55
A chuva...suficiente para limpar os ruas da cidade, lamber os edifícios e deixar lágrimas nos vidros das janelas

Lindo...

Parabéns pelo Blog, pelas ideias e pela escrita.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

A chuva...suficiente para limpar os ruas da cidade, lamber os edifícios e deixar lágrimas nos vidros das janelas <BR><BR>Lindo... <BR><BR>Parabéns pelo Blog, pelas ideias e pela escrita. <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Xi-</A> (L)]


De carlos bugalho a 8 de Outubro de 2007 às 19:07
mnmnmnnnn


De mteresacarvalho a 7 de Agosto de 2007 às 16:44
Que lindo!
É um regalo ler os seus textos.
Parabens
M.Teresa


De momentos a 20 de Outubro de 2010 às 20:42
Boa noite...
Descobri o seu blog por acaso... abri a página e o primeiro pensamento foi, "Este blog precisa muito mais que uma olhadela..." fui jantar e voltei para o ler com tempo...
Apenas tenho uma palavra para o seu blog...Perfeito!!

Um abraço...


De Vera Matos a 30 de Abril de 2012 às 21:55
A primeira vez que li algo escrito por si foi um artigo que saiu no jornal Destak.."Morrer sem ter um colo" as suas palavras descreviam a minha pessoa. Recortei esse artigo e guardo-o na minha carteira, penso que se um dia morrer alguém irá descobrir esse papel que tem essas palavras que descrevem como era e sentia Vera Matos (eu). Encontrei o seu blog e reparo que temos maneiras iguais de sentir as coisas..ao ler os seus post`s revejo-me. É verdade, sinto-me um ser diferente, estranho, com os sentimentos à flor da pele e apoiante incondicional do bem. Vou ler os seus livros e pode contar com mais uma fã, tenho uma grande admiração por si. Parabêns.


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds