Terça-feira, 25 de Março de 2008
SOS Professores

O que fazer perante as imagens que graças ao gozo de mais um jovem imbecil e mal-educado, chegaram até nós?
Ficar surpreendidos? Impossível!

A linha SOS Professor, em funcionamento desde Setembro, recebeu em 5 meses 128 contactos dos quais 39% relatam situações de agressão física, isoladas ou em simultâneo, sendo que 37,2% das agressões partiram dos alunos e 21% dos encarregados de educação. Ainda mais inacreditável é o facto de a maior parte dos casos ocorrer no 1.º ciclo (antiga primária), 31%, seguindo-se o 2.º e 3.º ciclos (25,6%) e o ensino secundário com 15,5% das denúncias.

Quanto às zonas do País, Lisboa lidera com 36%, Porto 26% e Setúbal (13%). Segundo dados do Observatório da Segurança Escolar divulgados no Parlamento, no passado ano lectivo foram contabilizadas 390 agressões a professores na escola e arredores, o que dá uma média diária superior a dois casos tendo em conta que há 180 dias de aulas por ano.

Agora notem: no passado ano lectivo, os professores ingleses foram vítimas de 221 agressões, de acordo com dados da Comissão de Saúde e Segurança do Reino Unido, menos 169 do que em Portugal.

Há apenas um pequeníssimo pormenor a ter em conta: em Portugal, há cerca de 150 mil docentes enquanto nas escolas inglesas trabalham mais de 420 mil!

Volto à minha pergunta, o que fazer? Leio na Net que a Federação Nacional dos Sindicatos de Educação (FNE) propõe que estas agressões fossem consideradas "crimes públicos", mas tal significa uma alteração legislativa. Afinal há boas notícias! O Governo e a Assembleia podem tornar efectiva a punição a este tipo de comportamentos.

A má notícia é que, contrariamente ao que já acontece na vizinha Espanha, os tribunais ainda não obrigam os encarregados de educação ao pagamento de multas.

É pena. Doutra forma não vamos lá!



publicado por Luísa Castel-Branco às 12:28
link do post | comentar

4 comentários:
De A. João Soares a 25 de Março de 2008 às 18:56
Cara Senhora,
Conheço-a da TV e dos seus escritos e do Destak, onde hoje encontrei este artigo, que como é costume é muito bom quer na forma como está escrito quer no conteúdo.
Sobre este tema, tenho nos meus blogs dois posts. «Os professores estão de parabéns» e «ONGs. Uma solução para o País»
Quer no Do Mirante quer no Do Miradouro há comentários muito interessantes, pelo que lhe sugiro uma visita. É um tema que se presta a grandes polémicas, mas as pessoas são preguiçosos ou têm medo e não se abrem!!!
Cumprimentos
A. João Soares



De marta teixeira a 26 de Março de 2008 às 15:04
Ai está uma solução, as multas !!
E se os encarregados de educação não pagarem podemos sempre dar emprego aos advogados na tentativa de cobrar estas coimas...
ou então readmitir os funcionários em mobilidade.



De rosaborboleta a 26 de Março de 2008 às 21:07
Cara amiga Luisa,
Estou plenamente solidária com a professora que foi agredida pela aluna e espero que essa jovem seja de facto punida e repreendida, para que futuramente situações deploráveis como as que vi na televisão, não se voltem a repetir.
Sou mãe e encarregada de educação e achei uma falta de respeito que no tempo da "outra senhora" não existia. Dá a sensação que os pais, hoje em dia não sabem educar convenientemente os filhos e que os deixam fazer tudo o que eles querem e sem terem firmeza para os disciplinar. Tenho pena que muitos pais ainda vêem dar razão à jovem em questão, e que a professora ainda seja a má da fita. Por esse motivo é que a juventude está como está. Alguns pais pensam que os professores é que têm obrigação e o dever de educar os seus filhos. Mas essa filosofia de vida está errada. Porque quem tem de educar e disciplinar um filho, desde tenra idade são os progenitores. Os professores apenas complementam a educação com a instrução e o ensino, mais nada.
Espero que a professora apresente queixa contra essa jovem para que sirva de exemplo a outros adolescentes e que todos os professores que sejam vitima de agressão por parte de alunos, façam participação ao Ministério de Educação ou mesmo ao Sindicato, para que se acabe de uma vez por todas, esta grande indisciplina que se vive nas escolas portuguesas.


De Monica a 27 de Março de 2008 às 19:57
Boa tarde, Srª Luísa Castel Branco,
Sinceramente senti vergonha, a palavra é mesmo esta, de ver as imagens que vi.....o mesmo embaraço que senti quando um dia o meu telemóvel tocou, enquanto decorria uma aula na Universidade que frequentei.
O professor em questão ironizou a situação e eu pedi desculpa e desliguei-o, pois havia-me esquecido de o fazer.
Não compreendo a falta de educação que hoje existe e no dia-a-dia, salvo raras excepções apercebemo-nos disso, constantemente, infelizmente.
Penso que quem tem o dever de dar educação aos filhos são os pais, pois os seus filhos não pedem para nascer.
A escola e os professores devem funcionar como um complemento e um acréscimo à educação dos jovens, mas não se devem substituir aos pais, até porque o papel dos professores não é esse.
Achei uma cena verdadeiramente humilhante e vergonhosa, nunca pensei ver tal coisa, sinceramente.
Mas apenas reflecte a crise de valores por que a sociedade está a passar, em que caiu em desuso o respeito, a humildade e a honestidade, passando-se a dar valor cada vez mais a quem chama a atenção, ou seja, " à chique espertice", como se costuma dizer.


Melhores cumprimentos,

Mónica


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds