Quarta-feira, 10 de Junho de 2009
Medo do amor?
 
  

Vejo com espanto quantos jovens estão sozinhos na vida.
Rapazes e raparigas entre vinte e trinta anos, ou já se divorciaram, ou já tiveram uma união de facto que terminou, ou simplesmente ainda vivem em casa dos pais.

Por muito que a noite da 24 de Julho se encha, os bares, as discotecas, os passeios e as ruas cheias de gente com um copo na mão, a verdade é que elas se queixam que eles não se querem comprometer, e eles queixam-se que não as percebem. Nunca se falou tanto de sexo, nunca se discutiu tanto os afectos e contudo, a solidão é cada vez maior. Os homens e as mulheres sempre falaram línguas diferentes e sentiram o mundo de formas diversas. Mas é exactamente a união destas discrepâncias que produz o todo.

Encontramos no outro o complemento de nós mesmos. E contudo, hoje sem tabus, sem repressões parece que a felicidade anda mais longe do que na minha geração. Claro que muitos de nós errámos e tentámos de novo, mas não é isso a vida? Seguramente que as múltiplas dificuldades quer financeiras, falta de emprego, realização pessoal ou outras tornam difícil sonhar o futuro. Mas não será melhor sonhar a dois? É por medo de sofrer que não se arriscam a amar, ou por egoísmo? Não sei. Mas cada dia mais tudo incluindo as relações entre as pessoas se tornam descartáveis. O prazer tem que ser imediato, o retorno imediato. Mas o amor não é isso nem se compadece dessa urgência egoísta e efectivamente triste.

Estou quase a dizer que dantes era melhor. Deus me livre de um dia chegar a tal coisa mas nunca se sabe!

in Destak 09 | 06 | 2009



publicado por Luísa Castel-Branco às 11:31
link do post | comentar

2 comentários:
De Carla Sousa a 11 de Junho de 2009 às 19:13
Antes de mais quero parabenizá-la pelo seu excelente blog.
Quanto ao post em questão, partilho inteiramente da sua opinião quando diz que sonhar a dois é sempre melhor.
Apesar de na minha vida já ter as chamadas desilusões amorosas como qualquer comum mortal, nunca desistirei de amar, porque assim como as pessoas são diferentes as relações também o são e recuso-me a deixar de investir numa nova relação só porque anterior não correu bem.
Quanto à felicidade se somos ou não mais felizes do que na sua geração , isso não lhe sei responder, mas que somos seguramente uma geração inconstante, uma geração egoísta, disso não tenho a menor dúvida.

Um bem haja para si, e se ser especialista em coisa nenhuma é escrever tão bem quanto você, também quero ser assim :P.

Um beijo




De Anónimo a 19 de Junho de 2009 às 11:58
Cara Luísa, não podia estar mais de acordo com esta sua publicação! Sou uma jovem da faixa etária referida e que também me encontro só! Não por medo do amor; medo de algo tão belo?! Só se fosse tolinha! Nem por sentimento egoísta, pois habitualmente costumo dar-me às pessoas e nutro sentimentos genuínos por elas. Às vezes, não percebo também porque tantos jovens estão sós. Acho que talvez haja medo de se envolverem, pois o que é sério acarreta responsabilidade e o compromisso é algo que dá trabalho. Construir uma relação e mantê-la estável dá trabalho. Mas é, talvez, das coisas mais bonitas e que mais satisfação dá ao ser humano. Pena, não pensarmos todos assim.... ou pelo menos, pensar em arriscar... Por isso, me vejo só como tantos outros jovens, com emprego, uma vida relativamente estável, mas com o amor pelas "ruas da amragura"... Melhores dias virão e amanhã o sol voltará a brilhar!
Um abraço
P.S. Continuo a deliciar-me com a leituras das suas publicações.


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds