Terça-feira, 15 de Setembro de 2009
Os indecisos
 
 

Não existe razão para não votar e contudo parece ser tarefa difícil encontrar uma Só razão para votar num dos partidos que se candidatam. Se pensarmos bem, existem milhares de razões para votar e podem-se resumir numa só palavra: Futuro. O nosso, dos nossos filhos e netos, do País.

Os portugueses que tanto amam as novelas e os jogos de futebol provaram, nas audiências televisivas, que afinal até estão interessados na política. Muito provavelmente, desde os primeiros tempos após a revolução, não se verificava uma vontade tão grande de tentar perceber as propostas dos partidos políticos. E não é surpreendente.

Sentimos todos na pele o quanto a vida está difícil. Temos os nervos à flor da pele, as contas a acumularem-se. Homens e mulheres vêem-se numa situação de desespero, a par de muitos e muitos mais. E quando ouvimos as palavras dos políticos, mais TGV menos novo aeroporto, mais isto e mais aquilo, o que procuramos saber é o que é exequível.

Por mim dou-me mal com a arrogância de quem só tem respostas depois de chegar ao poder. Mas também não consigo ficar imune à propaganda que o Governo faz, com o calendário de inaugurações. Faz o PS como faria outro que lá estivesse. A não ser que fosse o Bloco ou o PCP que, a bem dizer, não haveria inaugurações - estava tudo nacionalizado. Quanto ao CDS, aplico-lhe as mesmas palavras que o seu líder utiliza para outros efeitos: Cautela e caldos de galinha! A bem dizer, faço parte da lista de indecisos.

 

in Destak 15 | 09 | 2009



publicado por Luísa Castel-Branco às 11:16
link do post | comentar

1 comentário:
De lua_sem_sol a 16 de Setembro de 2009 às 15:44
Querida Luisa e desculpe tratá-la assim, gosto imenso de visitar o seu blog e ler as suas crónicas nos jornais. Quanto a este post e quanto aos debates politicos para o povo tentar tirar as duvidas e ir votar em consciência, acho que ficámos bem piores. Debates politicos são iguais a discussões de bairro, todos se ofendem e depois acaba tudo em bem e a beber umas "bejecas" e nós que estamos de fora ficamos na mesma. Quanto a votar pelo futuro dos nossos acho que já não dá porque nunca mais aprendemos, vamos votar e quando lá chegam "enterram-nos" vivos. Por isso optei de há alguns anos para cá em votar em branco porque sinceramente não acredito em ninguém da classe politica.
Um muito obrigado por me deixar sonhar durante uns minutos em que leio os seus textos.


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds