Segunda-feira, 18 de Setembro de 2006
Sintra dos meus olhos

 Sintra sente-se no corpo e na alma e uma vez conhecida, é como se deixasse as impressões digitais de todas as árvores, todas as pedras, os musgos, as trepadeiras, as fontes recondidas por detrás dos arboredos , o verde, e o verde e o verde, tudo impresso na nossa alma para todo o sempre.

 

Sintra é magia. É a porta mais proxima do cume do mundo, dum mundo que termina quando se chega às portas da cidade, quando o nevoeiro se cerra, nos abraça e tudo e todos desaparecem e ficamos sós, tão sós, tão nus e despojados de tudo, que apenas ali conseguimos perdermo-nos da vida que conhecemos e entrar na porta do sétimo céu.

 

Nada é tão verdadeiro e simultaneamente tão irreal como Sintra.

 

É o local mais lindo e misterioso e majestoso de Portugal.

 

É onde eu gostaria de descansar para sempre, quando o momento chegar.

 

Por favor, espalhem as minhas cinzas no meio das árvores gigantescas e dos arbustos incrivelmente densos e verdes e eu permanecerei para a eternidade na acalmia das neblinas da Avalon portuguesa, de mãos dadas com as fadas,os duendes e todos os seres de luz.



publicado por Luísa Castel-Branco às 23:22
link do post | comentar

3 comentários:
De José Cavalheiro a 30 de Janeiro de 2007 às 19:59
Obrigado por gostar da minha terra.
É sem dúvida das mais bonitas que conheço.
Por cá ficarei quando quando chegar a minha hora.
Estou a gostar do seu blog.
Continue a escrever.
Fique bem.


De rmpalmela@netvisao.pt a 15 de Abril de 2008 às 18:30
"Por favor, espalhem as minhas cinzas no meio das árvores gigantescas e dos arbustos incrivelmente densos e verdes e eu permanecerei para a eternidade na acalmia das neblinas da Avalon portuguesa, de mãos dadas com as fadas,os duendes e todos os seres de luz".


Quem escreve assim e diz em poucas palavras aquilo que sente no imo da alma, vislumbrando algo em que acredita além da imaginação, revela sua crença nas coisas ocultas aos olhos comuns e se liga a elas pelo amor que tem no coração.

Sintra, é um lugar de Mistério, serra sagrada que nos liga ao centro do Mundo, povoada por seres elementais que sentimos a cada passo na densa Floresta que nos liga aos lugares da memória noutra dimensão.

Aproveito para convidar a uma visita ao meu site pessoal no qual tenho vários assuntos que decerto irá gostar e uma página dedicada também a Sintra Filosofal que pode ver neste link:

www.novaera-alvorecer.net/sintra_filosofal.htm

Saudação fraternal
Rui Palmela
Blog: http://alvorecer-escriba.blogspot.com/


De Maria Duarte a 25 de Abril de 2008 às 16:16
Obrigada por este momento de sonho e de saudade. Já há 32 anos que não vou a Sintra mas lá deixei meu rasto de imensa pureza e felicidade. Hei-de lá voltar para recordar o que não esqueci...
Estou neste momento presa aos que me são queridos: filhas, neto, pais marido... mas hei-de lá voltar. Um beijo para Sintra recheado de pensamentos saudosos.


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds