Sábado, 15 de Setembro de 2007
...
Have the Portuguese police treated Madeleine's parents fairly ?  
www.dailymail.co.uk
Mão amiga fez-me chegar um email, apelando ao voto na sondagem que o Daily Mail tem on-line.
Hoje, por coincidência, e eu não acredito em coincidências mas sim em brincadeiras dos deuses e arcanjos (é uma explicação tão boa como outra qualquer!) assisti a uma conversa entre duas famílias inglesas, que dissertavam sobre a razão pela qual tendo vindo passar férias a Portugal, deixaram os filhos em casa: porque o nosso país é perigoso!
Não era minha vontade falar no caso da criança desaparecida. Pelas mais variadas razões.
Porque em todo lado se lê e vê notícias, muitas delas sem qualquer fundamento, puras especulações que servem para vender jornais e obter audiências.
Porque as “Joanas” portuguesas não tiveram, nem têm direito a um milésimo de atenção por parte de todos: media; opinião pública; igreja, etc. etc.
E por fim, porque nem consigo imaginar o sofrimento daqueles pais e de todos os outros a quem um filho é raptado.
Para mim, é uma sentença pior do que a morte!
Com o desenrolar de toda esta novela mediática, diariamente caiem noticias mais estonteantes, mais difíceis de conceber.
No debate da RTP 1, o Director do Expresso disse: “Se os pais estiverem envolvidos, temos todos que repensar a nossa fé no ser humano!”
As palavras podem não ter sido exactamente estas, mas o sentido sim.  
É impossível não concordar com ele, e quanto a mim estou quieta a aguardar as conclusões finais, se é que vão existir alguma vez!
Voltemos ao email enviado pelo meu amigo.
A imprensa inglesa tem insultado não só a PJ como o povo português.
E porque que é que não o hão-de fazer, se basta chegar ao ALLGARVE e estamos em terra inglesa?
Mais submissão e provincianismo são impossíveis de encontrar em plena Europa!
Contudo, votei na dita sondagem.
Porque quem não se sente não é filho de boa gente!
E é óbvio que a PJ não tem técnicos de marketing e relações públicas que lhes expliquem o elementar.
Mas dai a sermos aquilo que os jornais ingleses escrevem de nós, vai um grande passo.
Mesmo com a vergonha do ALLGARVE!
 


publicado por Luísa Castel-Branco às 20:02
link do post | comentar

17 comentários:
De In a 15 de Setembro de 2007 às 22:06
É realmente vergonhoso o que se passa com este caso.
Também eu estou quietinha à espera dos resultados... se é que eles vão aparecer um dia... mas se fôr verdade o que se diz por aí temos mesmo que repensar muita coisa!


De Rute a 15 de Setembro de 2007 às 22:34
E não podia estar mais de acordo. A história de Maddie tornou-se muito perigosa e muito dolorosa...quer os pais sejam culpados ou inocentes. Se forem culpados de alguma coisa, é difícil para o mundo entender as acções que tiveram, e tudo isto é muito triste. Se estiverem inocentes, em vez deles, é o mundo que está a ter uma atitude de uma crueldade louca para com eles e o seu sofrimento...Por isso mesmo, o bom senso impõe-me que espere e me mantenha na minha qualidade de observadora, sem acusações nem defesas de ninguém. Somente da pobre criança e de todas em igual situação.

Um abraço.
Rute.


De u2u a 16 de Setembro de 2007 às 09:45
Seja dita a verdade, os pais da jovem Maddie não são de confiança. Kate é fria e Gerry é tipo ursinho. Mas a meu ver foram demasiadamente bem tratados pos todos nós e pela pj! Agora meterem os amigos do PM Brow em tudo isto é que é uma vergonha ... um caso que já cansa, uma criança que não tem culpa de nada ... e nós por aqui!
Bom Domingo e um bem haja


De Patrícia a 16 de Setembro de 2007 às 11:15
O grande problema deste caso é a falta de respeito que estes pais tiveram para com a nossa Polícia e para com o nosso País. Sinceramente em todo o lado há os bons e maus profissionais, há as boas e más pessoas e na Inglaterra não é diferente. Quer dizer neste caso só se for para pior porque há mais criminalidade e não se importam de mostrar ao mundo as CUNHAS daquele povo, onde o que lhes interessa não é a criança mas sim a reputação dos pais.
Infelizmente temos sempre de lidar com coisas más, pessoas más ... O maior erro neste caso foi a projecção que lhe foi dado...Nós damos sempre mais valor ao que é estrangeiro, mesmo que não seja melhor nós tratamos de colocá-lo como algo superior e nunca como algo igual o que é profundamente injusto.


De Anónimo a 16 de Setembro de 2007 às 11:51
Creio de urgente importância a resoluçãodeste caso.Como sempre o povo português, provincianista, fez deste casal vítimas para logo os crucificar... Nunca mais deixamos de lado a mentalidade mesquinha e pequenina. Já era tempo de evoluirmos um pouco...
Pelo bem dos gémeos gostava que a família não estivesse implicada, sinceramente tenho dúvidas.
Um óptimo domingo!
Nanda


De fatimaafonseca@sapo.pt a 16 de Setembro de 2007 às 16:58
bom se uma filha minha desaparece-se,por muito que fosse acusada,suspeita,não importava o que me dissessem, eu não sairia do sítio de onde ela tinha desaparecido,existe um fundo, para ajudar as investigações, entao utilizem-no para encontrar a menina,era essa a atitude que os pais deveriam ter,agora todo este mediatismo que os pais,fazem porque nao é so a comunicação social,jornais,revistas , porque esses têm que vender, mas sim os pais,porque quem não deve não teme,e eles afinal temem do quê?


De Zica Caldeira Cabral a 16 de Setembro de 2007 às 17:09
querida Luísa, as noticias por aqui e, após os pais da pequena Maddie serem considerandos suspeitos, silenciaram-se. Mas no dia em que isso aconteceu , quase que houve uma revolução nos media. Embora muitos ingleses afirmem que os Pais são culpados a 100%. Aliás foi a reacção imediata do meu marido , logo no dia em que a criança desapareceu. É que não é a primeira vez que pais matam acidentalmente crianças com pancada e depois disfarçam o acto com desculpas. "A criança caiu, bateu com a cabeça etc etc " . Umas vezes a policia aceita e não faz nada, as desculpas mais "esfarrapadas" não as aceita e investiga sendo os pais normalmente julgados e condenados.
Quando começou todo o carnaval mediático à volta do desaparecimento da criança os comentários que eu ouvia aqui em Inglaterra eram de que os pais tinham (sobretudo a Mãe) acidentalmente morto a criança, tê-la-iam escondido e feito aquele alarido todo para chamar as atenções para longe deles.
Mas o mais "engraçado" foi que, até à acusação da policia Portuguesa, os noticiários diziam sempre que graças ao apoio da POLICIA INGLESA tinham descoberto isto e aquilo , era à POLICIA INGLESA que se devia isto ou aquilo que ía permitir patati patata ...era a POLICIA INGLESA que fazia todos os avanços e quase nem falavam da policia portuguesa em relação a qualquer investigação.
Quando foi feita a acusação, a policia portuguesa passou para primeiro plano e todas as descobertas que levaram a essas conclusões (aparentemente feitas pela POLICIA INGLESA) foram responsabilidade exclusiva da PJ.
Realmente , até que ponto vai a desinformação e a tentativa de manipulação dos media..............


De Elisabete a 16 de Setembro de 2007 às 19:54
É triste ver a rapidez com que a opinião pública muda consoante o "pouco" que vai saindo nos jornais e noticiarios. Transformar o sofrimento de uma criança numa novela constante que permanentemente nos entra por todos os sentidos é revoltante e pouco dignificante para os orgãos de policia criminal que investigam. Julgar antes de saber todos os factos quando está em causa a vida de uma criança, a sanidade mental de outras duas que também estão a sofrer com toda esta exposição, e de uns pais que antes de mais perderam uma filha. Se eles são culpados ou não conpete à justiça decidir. agora não haverá sofrimento maior que a perda de um filho. É com esse sofrimento que eles tem que viver todos os dias e assumir todos os minutos para o resto da vida o grande erro que cometeram uma única noite. Haverá dor maior?


De roleira_marinho a 16 de Setembro de 2007 às 23:09
A Vossa reflexão merece atenção mas continua-se a falar no vazio como se não houvesse culpados conhecidos. Será que não há?
Neste País Dinheiro, posição social e conhecimentos são "passaporte" para todas as tropelias!.
Creia-me com muita consideração
Roleira Marinho
(Não li nenhum dos outros comentários)


De António a 17 de Setembro de 2007 às 00:22
Segundo os jornais desaparecem milhares de crianças na Inglaterra e a poderosa policia Inglesa pelo jeito não tem tido grande sucesso.No Algarve até hoje além do mistério da pequena Joana apenas mais este da inglesinha têm feito
correr tinta nos jornais e lágrimas nas famílias. Portanto por aqui Graças a Deus ainda somos uma terra calma e oxalá que assim continue. QUanto à frase publicitária deste Verão para o Algarve " ALLgarve " desde o início da camapnha que acho que a frase não tem nada que a gente fique tão excitada. É apenas uma frase publicitária entre milhões. Boa noite e boa semana. António
se


De Menina_Marota a 19 de Setembro de 2007 às 20:24
"E as crianças, Senhor?"

Recuso-me a falar deste assunto. Porque desde o início a estória está mal contada e não são uns "pacóvios" de uns ingleses que fazem de mim, Portuguesa de gema... idiota!

Bj e tudo de bom para si.
(Admiro-a muito! Como Mãe, Mulher e uma óptima Profissional!)


Comentar post

.links
.pesquisar neste blog
 
.mais sobre mim
.tags

. todas as tags

.arquivos

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Maio 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Setembro 2006

blogs SAPO
.subscrever feeds