Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

A Bordo do Alfa

Luísa Castel-Branco, 16.01.08
Todas as semanas viajo de Lisboa para o Porto e vice-versa no comboio Alfa.
E embora a maioria dos passageiros sejam homens, também encontro mulheres.
Mas algo temos todos em comum: Quase 80% faz o percurso a trabalhar no seu computador portátil.
Para mim, que me recordo muito bem da minha primeira maquina de escrever, e mais tarde da excitação quando trabalhei na primeira máquina eléctrica que tinha um visor onde aparecia o texto e podíamos corrigir os erros antes de dar voltar a carregar no teclado e a máquina imprimir, batendo na fitinha azul e vermelha, faz-me pensar o quanto o mundo mudou e eu estive aqui a assistir!
Os telemóveis tocam, os olhares levantam-se do computador.
Na passagem pelo corredor, vêem-se as páginas em que cada um está a trabalhar, e entre folhas Excel e contratos jurídicos, talvez mais alguém além de mim responda aos emails e escreva um texto, como o faço neste momento, para um blogue.
E ai estamos nós a continuar num mundo que há poucos anos era ficção científica: ligo o modem e posso navegar e trabalhar como se estivesse em casa!
Existem muitas novidades, descobertas, chamem-lhe o que quiserem, que eu conheci já adulta e que modificaram o meu mundo e o de todos nós, na verdade.
É efectivamente, um “Admirável Mundo Novo”

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.