Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

Obrigada

Luísa Castel-Branco, 10.04.08

Gosto de ti.

Gosto do cheiro da terra molhada e gosto da chuva de inverno e do nevoeiro Gosto de me deitar à noite e recordar o perfume das minhas recordações.

...

Gosto de quando amo , amar assim, desgovernadamente, tão forte e irracional.

.. não sei onde li isso.. sei que é SEU... que era apenas SEU !

mas... agora também é meu, porque eu li, est á dentro de mim... e

ninguem me pode tirar... agora é MEU.

 

GOSTO DE SI.

 

 

José Luís

Meu caro,

Nada melhor para tentar matar a minha insónia do que esta mensagem que me enviou.

Quem sabe se estou carente de palavras doces, ou simplesmente o sono que não vem deixa-me a cabeça demasiado livre...

Mas, como não acredito em coincidências, deixe-me contar-lhe um segredo.

Vou lançar-me na maior aventura da minha vida, aquela que só fica atrás do meu papel de mãe.

Aquela com que sonhei a vida toda, e estou apavorada!

Porque a televisão aconteceu por acaso e a escrita, para mim é tão n necessária como o ar para respirar.

Vou lançar o meu primeiro romance. Tremo só de o dizer !

Mas, por entre o medo e esta urgência em largar o livro na rua, que já não é meu, já tomou asas e voou, as suas palavras vieram dar-me alento.

E agora posso ir dormir. Obrigado.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.