Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

Mais uma novela?

Luísa Castel-Branco, 03.02.09
 
  

É impossível não ler as manchetes nos jornais, ou ouvir as notícias de abertura dos noticiários na televisão e rádio.
E o comum dos mortais olha para esta novela do Freeport sem surpresas e com o eterno fatalismo nacional.

Há muito que os julgamentos se fazem na praça pública, isto é, nos meios de comunicação. O resultado é o descrédito total da Justiça, porque quando se espera quatro ou cinco anos pelo fim de um julgamento como o da Casa Pia, já o povo está saturado do excesso de afirmações contraditórias.

Agora é o tio, o sobrinho, depois é uma prima do primeiro-ministro e às tantas, estamos todos a olhar para isto como se fosse uma das novelas intermináveis que passam em todos os canais. O que não deixa de ser verdadeiramente assustador. Porque já nos parece normal as notícias constantes de casos dúbios, as autoridades policiais e a justiça a correr atrás dos factos relatados na imprensa, e as fugas de informação que não questionamos já de onde vêm e porquê, apenas porque se tornou "normal" tal acontecer.

O resultado é a fragilização da democracia. Os portugueses parecem dividirem-se entre aqueles que à boa maneira nacional garantem que "eles são todos iguais. Não fazem nada e enchem os bolsos", e os outros que pura e simplesmente não querem nem ouvir falar da política. O que todos parecem esquecer é que no futuro têm que existir homens e mulheres dispostos a lutar pela "causa pública". E, a continuar assim, quem serão os políticos do futuro?

O que será Portugal no futuro?

 

in Destak 03 | 02 | 2009

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.