Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

Os indecisos

Luísa Castel-Branco, 15.09.09
 
 

Não existe razão para não votar e contudo parece ser tarefa difícil encontrar uma Só razão para votar num dos partidos que se candidatam. Se pensarmos bem, existem milhares de razões para votar e podem-se resumir numa só palavra: Futuro. O nosso, dos nossos filhos e netos, do País.

Os portugueses que tanto amam as novelas e os jogos de futebol provaram, nas audiências televisivas, que afinal até estão interessados na política. Muito provavelmente, desde os primeiros tempos após a revolução, não se verificava uma vontade tão grande de tentar perceber as propostas dos partidos políticos. E não é surpreendente.

Sentimos todos na pele o quanto a vida está difícil. Temos os nervos à flor da pele, as contas a acumularem-se. Homens e mulheres vêem-se numa situação de desespero, a par de muitos e muitos mais. E quando ouvimos as palavras dos políticos, mais TGV menos novo aeroporto, mais isto e mais aquilo, o que procuramos saber é o que é exequível.

Por mim dou-me mal com a arrogância de quem só tem respostas depois de chegar ao poder. Mas também não consigo ficar imune à propaganda que o Governo faz, com o calendário de inaugurações. Faz o PS como faria outro que lá estivesse. A não ser que fosse o Bloco ou o PCP que, a bem dizer, não haveria inaugurações - estava tudo nacionalizado. Quanto ao CDS, aplico-lhe as mesmas palavras que o seu líder utiliza para outros efeitos: Cautela e caldos de galinha! A bem dizer, faço parte da lista de indecisos.

 

in Destak 15 | 09 | 2009

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.