Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

Cristina pacheco disse sobre Maitê Proença- Pede desculpa voltando a insultar Portugal

Luísa Castel-Branco, 14.10.09
 
     

 

Cara Luisa
Não resisti em lhe enviar, uma mensagem que deizei agora na página do TVI24. Hoje a minha indignação ainda é pior que ontem, quando me sinto insultada por um compatriota meu, o qual eu nutria uma grande admiração

Cumprimentos
Cristina Pacheco



Caros Srs


Após esta polémica à volta do video de Maitê Proença, não sei se fiquei mais triste com o "hunor negro" da Sra, do que com a defesa do seu Amigo Sousa Tavares, que ofende todos os Portugueses, incluindo ele próprio. è completamente descabido chamar aos Portugueses saloios e com reacções provincianas, quando aquele vídeo é tudo, menos um vídio de humor. Alguém consegue explicar a esse Sr a diferença entre humor e escarnio e mal dizer??? O saloio não será ele??

Estou-lhes a escrever, no sentido de vos alertar que perderam uma espectadora do vosso jornal, pelo menos na rubrica em que o Miguel Sousa Tavares é comentador político. Considerava-me uma sua admiradora, e até o considerava sábio nos seus comentários. Mas a desilusão foi tão grande, que vou ter que mudar de estação, só para não ter que ver a cara desse Senhor. É assim que ele defende o nosso país, agora que estamos todos a precisar de palavras sensatas e motivadoras?

Acreditem que não sou só eu, que vai deixar de ver a vossa rubrica. Eles são ou não são figuras públicas? Tem ou não têm responsabilidade naquilo que dizem ou fazem? Como é que este sr pode comentar os políticos deste país, quando chama ao povo saloio!!! Pelo amor de Deus tirem esse Sr. do ar.

«Isto é uma reacção provinciana e saloia dos portugueses. Somos um povo sem capacidade de humor e autocrítica. Há algum português que vá ao Brasil e não goze?», protesta o escritor, acrescentando: «Só um povo com complexos é que se sente melindrado com uma coisa destas. Não temos de estar sempre a ser elogiados como se fossemos um povo exemplar».
Ao Correio da Manhã, Miguel Sousa Tavares frisa ainda que Maitê: «é uma grande actriz e uma grande escritora e vai continuar a ser».


--
Cristina Pacheco
http://ventosdodeserto.blogspot.com

 

menos

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Andrea 15.10.2009

    Olá Nana,
    acabei agora de ver o seu comentário e encontro no seu discurso alguma incoerência
    Trata do assunto como uma guerra de mulheres, contudo demonstra por sua parte complexo em ser brasileira. Esta guerra não é encarada por si, como sendo entre a Luísa e a Maitê, é mais entre você e as portuguesas.
    Não é só você que sabe o que se diz das brasileiras .. aaaaafffe ... eu própria conheço muitas e elas mesmas o dizem, e para confirmar o relato, basta abrir os classificados de qualquer jornal nacional.
    A sua compatriota Maitê só demonstrou falta de educação e respeito. Não somos nós portugueses que temos falta de humor.
    Defeitos temos todos, é certo, mas isso não dá direito a ridicularizar um país inteiro.
    Lealdade feminina é aquilo que você não está a ter com todas as mulheres portuguesas, e sabe porquê? porque você é brasileira.
    Amiga Luísa desejo-lhe muito sucesso e felicidade.
  • Sem imagem de perfil

    Nana Odara 15.10.2009

    Andreia,

    entendo seu aborrecimento e lamento...

    Mas respeito integralmente o seu direito de se manifestar e dar a sua opinião.
    Embora não altere em nada a minha, nesse caso especificamente...

    A continuação de uma boa noite e muitos beijinhos pra si, linda... da minha parte desejo muita paz... e lealdade feminina...

    Meus cumprimentos...

    Nana
  • Sem imagem de perfil

    Francisco 19.10.2009

    Cara Nara

    Você solicita a "solidariedade feminina", sobre este tema?
    Este tema, deve-o o entender por hermafrodita, assexuado!
    Se a intenção é desviar o centro do assunto, ou tentar manipular o silêncio das pessoas , até a compreendo no desconformo da manifestação Xenofoba da sua conterrânea.
    Convenhamos que no mínimo, usa de argumentos pouco válidos, a raiar o insulto à inteligência das pessoas.Mas é possível aferir, que pretende transmitir a ideia que " foi uma coisita de nada".
    Sera isso, uma manifestação do complexo Vira-Lata Brasileiro ?Conforme livro de seu conterrâneo ?

    Mas igualmente, como se diz ao Brasil :

    "Pimenta nos outros...é refresco para mim."

    Neste aspecto , compreendo-a perfeitamente....é doce para si.
    Já agora, é incrivel o que se descobre sobre o Brasil , que deixo a todos os meus compatriotas, que vejam, este excelente e corajoso texto de um cronista Brasileiro :

    http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16191&alterarHomeAtual=1

    Que realidade sórdida.......
    Uma tristeza.Nem o complexo de édipo com super cola, chegaria tão baixo.

  • Sem imagem de perfil

    Nana Odara 19.10.2009

    Francisco,
    todos os humoristas brasileiros estão fartos de usar os portugueses em suas piadas e até onde eu sei, nenhum de vós demonstrou tamanha indignação, só o fizeram agora pq as mulheres começaram a atacar outra mulher, foi assim q começou essa história, aós o vídeo ser exibido num programa bastante feminino...
    Obviamente se os humoristas homens podem blasfemar contra Portugal desbravadamente, mas uma mulher, q ainda por cima é luso descendente, não pode ter um momento de humor...
    Ou é um exagero, e sexista, ou então ela está totalmente errada, e eles totalmente certos, uma vez q nunca foram contestados...
    Pra mim é exagero, e acho q no momento, em Portugal ha situações q merecem muito mais atenção, essa sim desviada por um assunto q por mais q se queira não vai causar uma "saia justa" com a diplomacia dos países irmãos...

    Nem eu vou mais por ai... tudo q tinha a dizer está no blog da Rosa Leonor, saudações bem humoradas...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.