Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

Martins disse sobre Maitê Proença - Que tal proibir-lhe a entrada no País?

Luísa Castel-Branco, 15.10.09
 

     

 

Oh minha querida mais achas mesmo que há cá no Burgo a menor possibilidade de proibir a entrada da Senhora? Acha mesmo que este país, que ao contrário do que vocês gostariam, depende a cada dia mais do Brasil e sua economia! Podem rir e gozar, mas a informação está aí e disponível. Enquanto vocês aproveitam este lamentável incidente, para cuspir em cima do Brasil e dos brasileiros, generalizando. Aliás o que ela fez. Há anos ouço a vossa opinião formada sobre os brasileiros, e o vosso recalque das piadas, que como a Senhora Luísa sendo culta e informada, deve saber, foram os próprios portugueses, que no Brasil já estavam estabelecidos e que no século 19 a inventaram. Tudo com a intenção de ridicularizar o novo Português, recém chegado a ex colónia, para fazer o trabalho escravo. O português que já lá estava, não queria de modo algum ser conotado com estes novos escravos. Conhecendo vocês à vossa indole, tem a coragem de duvidar desta afirmação? Pois bem, aconselho o site Lusotopia. do português Carlos Fontes.
Não minha senhora, não é possível barra la a entrada. Para isto Portugal e vocês teriam que estar podendo. E não me parece que um país que tenha que receber Chaves, Kadafi e José Eduardo Dos Santos, com honra de grandes estadistas, esteja podendo. Uma coisa é o que vocês são e outra o que vocês gostariam de ser. Nada justifica o que aquela tonta fez. Mas também serviu para vir a tona, e milhares de brasileiros do outro lado do atlântico, tomaram conhecimento do verdadeiro sentimento que é subcutâneo em vocês.Nós somos e seremos cada vez mas uma espinha na vossa garganta. Por mais que vocês esperneiem e gritem. Por mais que vos incomodem, por mais que vocês queiram muito acreditar que aquilo é só P.... e ladrões. Não me venham com tretas, eu já vivo cá a suficiente tempo para perceber. Eu gostaria sim que vocês pudessem barrar brasileiros no aeroporto. Sou contra a reforma ortográfica. Sou contra brasileiros na vossa selecção.(tema delicado, nunca comentado). Sou contra a Embraer em Portugal e jamais compreenderei o favor que Lula fez a Sócrates de vim cá montar a tal fabrica. Sou contra a vossa participação nos poços de petróleo descobertos no Brasil, e que saem em gordas nos jornais portugueses: Galp descobre petróleo no Brasil! Soa bem, não soa? O único senão é que a Galp não tem tecnologia para descobrir petróleo, é preciso muitos anos e muito trabalho. Sou contra a facturação da PT no Brasil, cujo o valor excede os 30% de todo o dinheiro que a pt factura anualmente. Sou contra o Banif, ter pago toda a suas operações deste ano, com o dinheiro de suas filiais no Brasil, pois como todos sabemos ou não, teríamos um novo bpp (está é uma informação só cá entre nós) Gostaria sim de impedir a entrada de todos os brasileiros cá. Principalmente estes que nos últimos dois anos invadiram os hotéis de 4 e 5 estrelas. Basta fazer uma pesquisa, telefonem ao Tivoli. Quem diz Tivoli, diz Pestana e quem diz Pestana, diz Brasil. Sou contra hotéis portugueses no Brasil. E e por favor nada de comentar sobreo meu parco português, eu já sei, aprendi aqui, da vossa boca, que nós falamos brasileiro, ou pretoguês. Mas não se preocupem eu também concordo com vocês, hoje depois de anos, cá no burgo, aprendi com vocês de tanto ouvir, e hoje eu sei, Eu falo Brasileiro, e não se preocupem em divulgar, pois já há um comite aqui e no Brasil, preparando para 2022, nos 200 anos da independência, o lançamento do primeiro dicionário da língua brasileira. Como Monteiro Lobato, escritor brasileiro, do inicio do seculo 20, escrevia a uma fã portuguesa e ele dizia: Portugal e Brasil estão condenados a nunca se encontrarem, e eu concordo com ele. Nunca jamais perdoarei está atroz actriz, mas justiça lhe seja feita, ela mostrou ao portugueses uma face que vocês não conheciam dela. E vocês, estão a mostrar através da blogosfera, e através dos vossos comentários, que alguns chamam racistas, eu de minha parte, acho mais comentários xenófobos, porque até para fazer comentários racistas, é condição sine qua non, termos raça. Vá lá proíbam a gaja de entrar!
Saudações Martins

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Marta 16.10.2009

    Tenho pena de seu comentário e pena de você também. Isso tudo que escreveste é tão pobre.
    Se você acha que na verdade tudo isso existe no Brasil, prostitutas, analfabetos, etc. os quais vocês tiram proveito, fique a saber que é herança de sua raça, e eu graças a Deus sou Brasileira filha de ITALIANOS e não portugueses, felizmente.
    Estou cá para fazer um trabalho que o seu próprio país solicitou na área da educação, agora entendo porque é preciso vir pessoas de fora para educa-los
    Se somos corruptos, falsos..., pois tivemos uma boa escola sendo colonizados por portugueses, que afinal o Brasil foi descoberto por Espanhóis mas teve que repartir com vocês, ou melhor ficaram com pena e doaram um pouco de suas terras.
    Enfim, não pensa que nos insultas dizendo que temos inveja por vocês serem " Europeus". Adoramos ser SulAmericano , um dia vocês ainda irão precisar muito de nossa terra e de nossa riqueza.
    O Brasil passa de vocês, somos muito grande não temos tempo a perder com coisas tão pequenas, e a minha querida Espanha e toda a Europa nem sequer lembra da existência de Portugal. Vocês tem complexo de inferioridade por isso agem e pensam desta forma, quando digo vocês, me refiro à este povinho, não aos portugueses cultos, porque estes conhecem muito bem o Brasil e jamais falariam algo semelhante.
  • Sem imagem de perfil

    Omega3 17.10.2009

    Estimada Marta,
    curiosamente as sua afirmaçãos só vem corrobar o que tinha dito e passo a citar: "..eu graças a Deus sou Brasileira filha de ITALIANOS e não portugueses, felizmente...". Quem aqui o afirma é a Marta. Então afinal considera vergonha se tivesse sido descendente de portugueses. Já agora se analisar a sua árvore genealógica descobrirá que com certeza também terá ascendentes portugueses. Mas não se envergonhe, pode continuar a proclamar a sua tão querida ascendência italiana, país aliás que eu adoro.
    Quanto à sua missão de incutir alguma "cultura" no nosso país...Parabéns! Enfim uma pessoa teve coragem de entrar neste país, pois até hoje não sabíamos escrever nem ler. Fernando Pessoa, Camões, Saramago e muitos mais foram os únicos iluminados e escreveram suas obras por pequenos desenhos nas paredes de algumas cavernas.
    E quanto ao, e novamente cito: "Se somos corruptos, falsos..., pois tivemos uma boa escola sendo colonizados por portugueses, que afinal o Brasil foi descoberto por Espanhóis mas teve que repartir com vocês, ou melhor ficaram com pena e doaram um pouco de suas terras. "
    Pois os nuestros hermanos descobriram o Brasil e repartiram com os portugueses por mera caridade...Pegue no google e pesquise "Tratado de Tordesilhas". Também descobrirá que por razões estratégicas o Brasil foi descoberto antes de Pedro Álvares Cabral por nós portugueses e só depois revelado.
    As minhas afirmações sobre o Brasil, analisadas em pormenor, admito possam ter sido "insultuosas" e até peço desculpa por tal, mas correspondem em semelhante aos estereótipos que Maite Proença tem sobre os portugueses. Assim sendo, apenas provoquei nos Brasileiros o mesmo sentimento, que muitos de nós portugueses sentem ao serem considerados o "Manuel" retrógrado. Parece que a "carapuça" serviu à menina.
    Outra citação sua: "um dia vocês ainda irão precisar muito de nossa terra e de nossa riqueza. O Brasil passa de vocês, somos muito grande não temos tempo a perder com coisas tão pequenas, e a minha querida Espanha e toda a Europa nem sequer lembra da existência de Portugal." Assim fala alguém complexado, soa-me quase a uma criança "um dia serei maior que tu e depois vingo-me". O Brasil de facto não tem tempo a perder com Portugal, tem os sues próprios problemas: um desnível social incrível entre pobres e ricos, uma criminalidade brutal, problemas de literacia etc. Não desejo nada disso ao Brasil, nós portugueses também temos os nossos problemas diferentes dos do Brasil. Se usarem a a vossa riqueza em minerais e petróleo de uma forma inteligente, muito bem, que seja pelo bem do povo brasileiro. Agora se não o conseguir certamente resta à menina a sua "querida Espanha". Certamente será tratada lá como uma rainha, especialmente agora com taxas de desemprego de 20% e com uma crescente concorrência entre estrangeiros e espanhóis. Já agora quando é que se muda para lá?
    Europa nem seque se lembra de Portugal? Pois e a menina quer vir educar Portugal...
    Portugal é membro fundador da NATO, entrou na União Europeia (ex-CE) em 1986, presidiu a 3 presidências europeias, negociou o Tratado de Lisboa e tem como presidente da Comissão Europeia um português. Certamente estamos esquecidos pelos europeus...
    Quando falei dos brasileiros, falei de pessoas como Maîte Proença - e caso se veja também incluída no rol - da Marta, pois continuam a nutrir uma imagem distorcida de Portugal. Querem trabalhar cá, mas apenas para ganhar dinheiro ao mesmo tempo desprezam Portugal e os portugueses. Aqui ninguém é superior a ninguém e nem a Maîte Proença, nem a Marta têm o direito de denegrir este país com qual têm mantido relações de beneficio tanto cultural como económico.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.