Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Luísa Castel-Branco

2012. E o que fizemos de 2011?

Luísa Castel-Branco, 31.12.11

Chegamos aqui, a dia 31 de Dezembro e somos levados a olhar para os dias que perfizeram este ano, a fazer uma avaliação do que conseguimos alcançar e em que é que falhámos.

E logo de seguida fazemos mentalmente a lista dos projectos, sonhos ou seja lá o que for que queremos atingir no ano que começa amanhã.

Não sei quantos dos que me lêem conseguem olhar para trás e sorrir. Eu maltrato-me a mim mesma pensado em tudo o que falhei, o que não concretizei, enfim, sonhos deixados cair na calçada.

Dia 29 o meu marido saiu de casa de manhãzinha e voltou com 8 rosas.

Eu tinha-me esquecido.

Fizera no dia anterior, no dia 28 de Dezembro, exactamente 8 anos que em tive o AVC.

Desde ai, pelo menos durante os primeiros anos, eu costumava celebrar esse dia como se fosse o meu aniversário.

Nada como estar perto da morte para valorizar a vida.

Mas com o tempo, esqueci-me.

E perante aquelas 8 rosas, quando já estava sozinha, chorei copiosamente.

A vida, Deus, o que quiserem chamar, deu-me uma segunda oportunidade.

O que tenho feito com ela?

E quando parei de chorar e ter pena de mim, e raiva de mim, pensei que foi durante estes 8 anos que consegui  escrever os meus livros, consegui habituar-me a viver com as sequelas do AVC, com as memórias perdidas, enfim, com uma nova realidade que me transformou num novo ser humano.

Esta exigencia comigo mesma é terrivel e errada.

E peço a todos que sejam benevolentes convosco, sem que isso signifique esquecer os erros e tentar mudar.

Á minha volta tenho tanta gente que está mal. Tantas relações que estão em perigo, porque em momentos como este a realidade faz esquecer o amor que um dia nos juntou, e tudo o que tivemos de bom.

Não há bela sem senão, como diz o povo.

Enfrentar 2012 exige coragem, mas também Fé em nós e nos outros e uma enorme capacidade para engolirmos as nossas exigências em relação a nós mesmos e aos outros.

A todos um voto de um 2012 pleno de saude.

E aqui vos espero.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.